Exames

ESPERMOGRAMA



O espermograma é o primeiro e principal exame realizado na avaliação da fertilidade masculina. É com base nos seus resultados que o médico irá definir quais os procedimentos e tratamentos a serem seguidos, nos casos em que os resultados se encontrem fora dos padrões de normalidade.

Neste exame, faz-se uma análise qualitativa e quantitativa do sêmen através da avaliação de parâmetros, como: volume do ejaculado, pH, viscosidade, concentração (número de espermatozoides por mL), motilidade (movimentação) e morfologia (forma do espermatozoide). No laboratório Vidas, a amostra seminal é classificada segundo o critério Estrito de Kruger (Kruger et al., 1987), um rigoroso sistema de classificação de espermatozoides considerado melhor indicador de qualidade e viabilidade dessa amostra. O resultado do espermograma pode revelar alterações na concentração (oligozoospermia), na motilidade (astenozoospermia) e na morfologia (teratozoospermia) dos espermatozoides.